Amazonas by Viverde
Visite o Amazonas

English
Español
CONSULTA
Silves


Porto de SilvesO Município de Silves está localizado a 200 km em linha reta de Manaus e 250 km por via fluvial, a montante do Rio Amazonas, área territorial de 3.747,2 km² numa região de lagos amazônicos dos mais variados tamanhos e formas.

Este ecossistema aquático é tanto delicado quanto rico. Delicado quanto ao processo biológico que regula a flora, fauna e as comunidades tradicionais que vivem em suas margens, conhecidos como "ribeirinhos", que vivem há séculos na região, respeitando o equilíbrio entre as vitais necessidades ambientais e os recursos naturais disponíveis. Situada no Lago Saracá é uma região de lagos amazônicos, a leste de Manaus, na confluência do Rio Urubu com o Lago Canaçari. Região de várzeas e igapós, com abundância de peixes e de rica diversidade aquática.

O Lago Canaçari por si só é uma atração em virtude de sua deslumbrante paisagem. Geograficamente equatorial, situa-se na altura do paralelo 03º50' latitude Sul e no meridiano 58º15' longitude Oeste de Greenwich.

O povoamento da região, que originou o município, ocorreu em 1660 com a fundação da Missão do Saracá (nome de um dos lagos que margeia a ilha de Silves), pelo Frei Raimundo da Ordem das Mercês. Esta missão incluía ainda o atual Município de Itapiranga (hoje cidade vizinha a Silves). Nos primórdios de sua fundação o Município foi palco de sangrentas lutas entre indígenas e os colonizadores portugueses. Em 1663 ocorreu, nas proximidades da foz do Rio Urubu, um grande combate que resultou na morte de milhares de índios e portugueses.

Somente com a chegada do colonizador Pedro da Costa Favela, que desembarcou na região em dezembro de 1663, acompanhado de numerosa tropa, as lutas cessaram. Em 1759, com a manutenção da ordem, a pequena Aldeia de Saracá é elevada à categoria de Vila com o nome de Silves, sendo extinta em 1883 e restabelecida em 1852. Em 1922, a sede municipal foi transferida para Itapiranga, sendo este povoado elevado à categoria de Vila em fevereiro de 1925, através do Decreto Estadual n.o 23 e a sede do município retorna à Silves.

Em 1930 é anexado ao município de Itacoatiara e restabelecido em 1935. Em 1938 Silves passa a denominar-se Itapiranga, com sede na vila do mesmo nome, elevada à condição de cidade.

Neste mesmo ano, tem sua estrutura administrativa definida em 2 distritos: Itapiranga e Silves. Em 29 de dezembro de 1956, pela Lei Estadual n.o 117, separaram-se em municípios autônomos. Em 10 de dezembro de 1981, Silves perde parte de seu território à favor dos novos municípios de Rio Preto da Eva e Presidente Figueiredo.

Na economia o setor primário concentra o grosso das atividades econômicas, com destaques para a pecuária e agricultura. As culturas temporárias mobilizam grande parte da mão de obra rural sendo expressivas as produções de: mandioca, abacaxi, arroz, cana de açúcar, feijão, juta, milho e melancia.

O turismo se destaca como grande fonte econômica, principalmente o ecoturismo, que vem recebendo um intenso investimento.


Para solicitação de serviços e reservas use: Planeje sua viagem

Topo

Index | Hotéis | Hotéis de Selva | Cruzeiros | Info & Reservas | English Version | Versión en Español
Todos os direitos reservados para Amazonas by Viverde, 1996/2014